Cirurgia Bariátrica pelo Plano Unimed

0

Veja como realizar cirurgia bariátrica pelo plano Unimed.

Está cada vez mais comum a procura por cirurgia bariátrica, no entanto, por sua complexidade, a mesma só deve ser realizada quando atividades físicas ou dietas supervisionadas não oferecem resultados, e isso porque é um procedimento com sérios riscos durante e no pós-cirúrgico.

Para quem não sabe, a cirurgia bariátrica, reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina, é um procedimento que pode utilizar diferentes técnicas para diminuir o estômago, com o objetivo de reduzir o peso de pacientes com obesidade. 

Embora esteja associada a fatores genéticos, a obesidade é uma das condições de saúde mais prevalentes do século XXI é também o resultado de hábitos que vêm ganhando cada vez mais espaço, como a alimentação desequilibrada e sedentarismo.

De acordo com últimos dados do Ministério da Saúde, cerca de 55,7% da população brasileira está acima do peso e 19,8% está obesa, o que acabou contribuindo para a grande procura pela cirurgia bariátrica pelo Plano de Saúde Unimed.

Tipos de Cirurgia Bariátrica

Cirurgia Bariátrica pelo Plano de Saúde Unimed

Existem 4 tipos de cirurgias bariátricas regulamentadas pelo Conselho Federal de Medicina:

  • Cirurgia Sleeve ou Gastrectomia Vertical (GV): consiste em remover de 70 a 85% da parte esquerda do estômago do paciente, transformando-o em um tubo estreito, diminuindo a capacidade de armazenar comida.
  • Gastroplastia em Y de Roux (GYR) ou Bypass Gástrico: consiste em diminuir cerca de 10% a capacidade do estômago, restringindo a quantidade de comida ingerida, desviando os alimentos para a primeira porção do intestino, chamada duodeno, até a porção intermediária do órgão, chamada jejuno.
  • Derivação Bileopancreática (DBP): associa a Gastrectomia Vertical, com 85% do estômago retirado, com desvio intestinal.
  • Banda gástrica ajustável: é inserido um dispositivo de silicone no começo do estômago.

Quando a cirurgia bariátrica é recomendada

Lembrando que a cirurgia bariátrica deve ser a última alternativa a ser considerada, e somente em caso de obesidade mórbida quando outras formas de emagrecimento não tiverem surtido efeito.

Por outro lado, problemas associados à obesidade, como colesterol alto,  hipertensão, diabetes ou intolerância à glicose, doenças cardiovasculares, dentre outros, extremamente perigosos, com um alto índice de mortalidade, nesses casos, é urgente considerar a cirurgia bariátrica.

Indicar operações bariátricas sem antes ter tentado um tratamento clínico, significa um risco desnecessário de complicações.

Cirurgia Bariátrica pelo Plano de Saúde Unimed

Por ser uma empresa renomada, a Unimed é a mais procurada para cirurgias bariátricas, porém, para poder realizar a cirurgia, o paciente deverá seguir uma série de exigências, tais como: estar com o plano em dia, ter entre 18 e 65 anos, IMC entre 35 e 39,9 Kg/ m2, ter diabetes, apnéia do sono, hipertensão arterial, dislipidemia, doença coronariana, ou osteo-artrites, entre outras, ou IMC igual ou maior do que 40 Kg/m2.

Preenchendo os requisitos, o paciente deverá passar por uma bateria de exames e receber o apoio e orientação de um psicólogo, nutricionista, endocrinologista, pneumologista e cardiologista.

Quando não é possível realizar a cirurgia bariátrica pelo plano de saúde Unimed:

 

Por outro lado, não é recomendável fazer a cirurgia bariátrica pacientes psiquiátricos descompensados, que apresentam quadros psicóticos ou demenciais graves ou moderados (risco de suicídio), assim como aqueles pacientes que façam uso de álcool ou drogas ilícitas nos últimos 5 anos.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site de Cursos Online utiliza cookies de acordo com sua Politica de Privacidade, e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceito Leia mais

Politica de Privacidade