Implante Dental e Prótese Dentária pela Unimed

0

Implante Dental e Prótese dentária pela Unimed

 

Quando a pessoa procura por uma prótese dentária ou implante dental, o que ela mais deseja é ter de volta sua capacidade de sorrir.

 

Além disso, a falta dos dentes dificulta o processo de mastigação, bem como o convívio social.

 

- Advertisement -

Para se ter uma ideia, uma pessoa que não tenha dentes, possui grandes dificuldades de conseguir uma colocação no mercado de trabalho.

 

Pode parecer surpreendente esse tipo de situação, mas, considerando que o sorriso é o cartão de visitas de uma pessoa.

 

Dificilmente um gestor vai querer colocar uma pessoa sem dentes na linha de frente de sua empresa.

 

Para evitar esses e outros problemas causados por esse motivo, a melhor opção para essas pessoas é colocar uma prótese dentária ou fazer o implante dental.

 

Acompanhe a leitura deste artigo e veja qual das alternativas atende melhor às suas necessidades!

 

- Advertisement -

O que são os tipos de prótese dentária?

 

A prótese dentária é um artifício utilizado pela odontologia para possibilitar às pessoas que por algum motivo perderam seus dentes, que voltem a ter uma melhor dicção, conseguindo mastigar melhor os alimentos.

 

Além de evitar que outros problemas decorrentes da falta dos dentes possam vir a surgir.

 

O primeiro passo para a colocação da prótese dentária é buscar o auxílio de um dentista de confiança, para que ele avalie qual o melhor tipo para o seu caso.

 

Pensando nisso, listamos neste artigo os principais modelos disponíveis no mercado.

 

Basicamente, existem dois tipos distintos de prótese dentária: a fixa e a removível.

 

A principal vantagem da prótese dentária removível é a possibilidade de retirá-la tanto para realizar sua higienização, como para dormir.

 

Já no caso da prótese dentária fixa, o paciente tem uma estrutura parafusada ou encaixada, quer seja nos dentes naturais ou nos implantados.

 

Essas duas modalidades de prótese dentária ainda podem ser subdivididas ainda em totais ou parciais, ou seja, pode cobrir todos os dentes, ou só os que estão faltando.

 

Agora que você já sabe como funcionam os dois tipos, veja nas descrições abaixo qual dos modelos pode atender com eficiência suas necessidades:

 

Prótese dentária totalmente removível

 

Popularmente conhecida como dentadura, a prótese dentária totalmente removível é indicada caso o paciente tenha perdido todos ou grande parte dos dentes.

 

Para a confecção da dentadura, é utilizada uma estrutura móvel para que assim os dentes naturais possam ser substituídos pelos de acrílico.

 

Para isso, devem ser levados em conta alguns aspectos, que variam de uma pessoa para outra, como:

 

  • Formato da arcada dentária;
  • Cor natural dos dentes;
  • Tamanho dos dentes.

 

Prótese dentária parcialmente removível

 

Conforme dito anteriormente, esse modelo é indicado para aquela pessoa que tem boa parte dos dentes remanescentes.

 

Por esse motivo, não se faz necessária a extração e nem proceder com o desgaste

dos dentes que restaram.

 

Tendo como conectores, grampos e selas, é feita a instalação da prótese dentária, permitindo ao paciente maior segurança, não existindo o risco que a mesma caia diante dos movimentos naturais da boca.

 

Prótese dentária fixa

 

A prótese dentária fixa é amplamente conhecida como “coroa” ou “ponte”, existe a possibilidade nesse tipo de confeccionar a unidade.

 

Ou seja, quando uma pessoa perde um dente, devido a uma cárie ou outro motivo qualquer, ele não precisa extrair todos os dentes para colocar uma prótese dentária total.

 

Para isso, se a coroa do dente não tiver mais utilidade, o primeiro passo é fazer um canal e depois a prótese dentária deverá ser cimentada.

 

Assim sendo, se a alternativa mais viável for a prótese fixa parcial, os dentes remanescentes darão sustentação para a unidade que será instalada.

 

Prótese dentária flexível

 

O grande diferencial da prótese dentária flexível é por dispensar o uso de grampos, conectores e demais estruturas, que são comuns nos modelos tradicionais.

 

Para idosos em processo de reabilitação, esse tipo é o mais indicado, já que cumprem bem o papel de prótese dentária provisória.

 

Quando optar pelo implante dental

Implante dental e prótese dentária

Assim como a prótese dentária, o implante dental é indicado quando o paciente perdeu um mais dentes.

 

Para a realização do implante dental, é afixada no maxilar ou mandibular um pino de titânio, que atua como se fosse a raiz de um dente, além de ser a base de instalação das próteses.

 

Normalmente, os dentes que serão implantados são feitos de resina ou porcelana e não correm risco de cair, já estão bem rosqueados e firme à base.

 

Engana-se quem pensa que o implante dental é utilizado unicamente para melhorar a aparência.

 

Mas também como um eficiente procedimento para a resolução de problemas funcionais como melhorar a mastigação e a fala.

 

Conclusão

 

Na hora de escolher entre a prótese dentária e o implante dental, é comum que os pacientes tenham dúvidas sobre qual dos dois escolher.

 

Nesse sentido, além de contar com a avaliação e indicação do dentista, é preciso que a pessoa tenha em mente qual o investimento pode fazer, já que existem diferenças de valores significativas.

 

Vale ressaltar que, o mais importante é aliar a qualidade do atendimento, bem como dos produtos utilizados, como também preços justos.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site de Cursos Online utiliza cookies de acordo com sua Politica de Privacidade, e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceito Leia mais

Politica de Privacidade